Empresas do Simples na “malha fina”

Setor conhecido como o maior empregador do país e que vem recebendo do poder público uma especial atenção no que concerne à desburocratização e simplificação dos serviços, abrindo espaço à concorrência diante do emaranhado tributário, não deixa outros para trás quando se refere a burlar normas legais.

Na terceira edição da Concorrência Leal, lançada no último dia 17, cerca de 15,6 mil empresas apresentaram algum tipo de irregularidade. Na etapa que vai de 2014 a 2016, o mote ficou na apresentação das demonstrações contábeis. Os contabilistas, responsáveis pela escrita fiscal dessas organizações, assim como seu sócio gerente/proprietário, podem verificar no Sistema de Administração Tributária (SAT) se suas empresas caíram na malha fina do fisco.

 

Na Amurel

Na região da Amurel – Associação dos Municípios da Região de Laguna -, que é composta por 21 municípios, cerca de 900 empresas apresentaram essas pendências. É prudente verificar se a sua não está entre elas.

Limpar o nome

Segundo o coordenador do Grupo de Planejamento e Monitoramento (Gplam), o auditor fiscal Luiz Carlos Feitoza, “as inconsistências poderão ser sanadas com a apresentação da escrita contábil ou com a retificação da declaração do Simples Nacional”.

Prazo final

O prazo para o cumprimento dessa primeira etapa termina em 28 de fevereiro de 2018. Após esta data, a Fazenda fará um novo processamento e apresentará valores com as inconsistências definitivas.

Operações anteriores

Relembrando que, nas operações 1 e 2, as empresas que não regularizaram as pendências foram notificadas ou excluídas do Simples Nacional. Não vale a pena esperar. O melhor é resolver.

Acesso ao manual

O Manual das Demonstrações Contábeis poderá ser acessado em ‘documentos’, no link: http://www.sef.sc.gov.br/servicos/servico/85/Simples_Nacional.

Administração Tributária

O diretor de Administração Tributária, o auditor fiscal Ari José Pritsch, reuniu ontem seus gerentes regionais e setoriais na Escola Fazendária, para tratar de diversos assuntos que impactam nos trabalhos dos profissionais, dando celeridade às tramitações das informações aos contribuintes, pessoas físicas, jurídicas e contabilistas. Presente, o secretário da Fazenda, Renato Lacerda, enalteceu os trabalhos dos auditores fiscais e dos demais colaboradores, reforçando que o engajamento tem sido fundamental à manutenção da arrecadação nos patamares atuais e em vias de crescimento.

Concurso Público 

Quanto ao preenchimento das vagas ao cargo de auditor fiscal da fazenda estadual, tudo dependerá das circunstâncias de crescimento da arrecadação e outros fatores.

Refletindo

“Não acredito que automação elimine os empregos humanos, mas bons trabalhos são cada vez mais difíceis de encontrar”.  Evelyn Forget, diretora do Centro de Pesquisa da Universidade do Canadá. Uma ótima semana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *