Energia que vem das pessoas

Presidente da EDP – Energias do Brasil, o português Miguel Setas, atribui o sucesso do aumento de 70,3% a dois fatores: a visão de longo prazo do grupo que não se endividou em anos anteriores e ao investimento de seu mandato na gestão de pessoas, considerada essencial para a busca de resultados.

Perguntado sobre o foco? A resposta: “Nosso foco é em resultado e pessoas. Entrega dos produtos antes do prazo sem aumentar por dia o orçamento, cultura corporativa onde se trabalha definição de valores e de propósito”. E prossegue: “O saldo é que queremos cuidar dos nossos clientes, dos fornecedores, dos funcionários, do meio ambiente. Cuidar é diferente de gerenciar. Gerencia-se por dever no horário de trabalho. Cuidar é algo que se faz 24 horas por dia por quem valorizamos”.

Sobre o legado

Numa visão futura, Setas reforça sua dinâmica forma de administrar. “Não quero ser lembrado como presidente que fez mais uma obra ou comprou mais uma usina. O que torna uma empresa atemporal é sua cultura. A marca que espera deixar é a ênfase na gestão de pessoas. Em nossa pesquisa de clima, havíamos detectado que a companhia estava dividida em silos, com departamentos funcionando isolados. Por isso, fizemos em julho um evento em que as áreas contavam o que cada uma faz, suas prioridades e desafios, por meio de teatro, talk show e quizzes. No ano que vem, queremos repetir a experiência, com a participação de universidades e dos clientes. Queremos ser uma empresa aberta – para dentro e para fora. Adaptado de artigo da revista VOCÊ SA, de outubro/2016.

Energia para empreender

Os sete hábitos para que quem está iniciando um novo negócio deveria adotar. Com isso evita-se a exaustão e nem abandonar o projeto pela metade:
1. Mantenha um diário. Descubro estratégia e desenvolva um jeito novo de olhar para os velhos problemas. 2. Tenha uma rede de apoio. Cerque-se de pessoas que torçam por você.
3. Liberte-se de seus inimigos. Prender-se aos inimigos é se agarrar às grades do Titanic. 4. Exercite-se. Trabalhar 80 horas por semana tem que contrabalançar o esforço para não se esgotar. Exercitar-se é fundamental. 5. Invista em conhecimento. Você precisa estar sempre aprendendo. 6. Ignore os limites. Estabelecer metas para os negócios sem se deixar limitar por elas. 7.Divirta-se. Você não conseguirá dar duro sem se não curtir um pouco. É impossível ser bem sucedido odiando o que se faz. Neil Patel, consultor.

Concurso de monografia

Colega e amigo auditor fiscal da receita estadual dr. Joacir Sevegnani, gerente regional da Fazenda em Rio do Sul, obteve o 2º lugar no 7º concurso de monografia promovido pela FENAFISCO – Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital com o trabalho “O princípio constitucional da solidariedade social sobre a ótica da tributação e das politicas públicas no Brasil”. A primeira colocação ficou com Lina Moraes, do Pará e o terceiro com Cláudio Pacheco, de Goiás. Aos colegas, a coluna deseja parabéns e sucesso.

Refletindo

“As eleições terminaram e os ritmos dos trabalhos prosseguem. Que fiquem para agosto de 2018 as conjecturas quando o horário político entrar em vigor”. Uma ótima semana!
Coluna “Fisco & Cidadania”, de Pedro Hermínio, jornal Diário do Sul – Tubarão/SC, de 1º/11/2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *