Choque de gestão sem aumentar impostos

images.jpg menos impostos
Quarta-feira, 25/05/2016, às 06:00

Pressionado por todos os lados, Santa Catarina só tem um caminho a seguir: o de trabalhar o equilíbrio das contas públicas evitando o conturbado cenário vivenciado nas outras Unidades da Federação.
Vícios antigos como o da procrastinação e da irrelevância do que é público contribuem para que os gestores públicos encontrem dificuldades na condução das suas pastas. Para alinhar o discurso o governo catarinense convocou seus gestores para apresentarem propostas de melhorias e de economia de gastos.

Eis algumas que deverão ser encaminhadas ao grupo gestor, para avaliação: a revisão de contratos de locação de imóveis e veículos; a revisão da atual estrutura de profissionais terceirizados; a adoção de medidas para economia de energia elétrica na rotina das secretarias e também de instituições como escolas e hospitais; e a substituição de procedimentos internos hoje feitos com documentos impressos por suas versões exclusivamente digitais, eliminando impressões.

Propostas acanhadas. Do lado da receita a Secretaria da Fazenda faz frente contra inadimplência e a sonegação de impostos. Os setores estão sendo vigiados e muito dinheiro está ingressando no caixa do Tesouro. Da mesma forma, novas ferramentas de monitoramento, com maior precisão e rapidez, estão sendo desenvolvidas e logo chegarão ao mercado. É o governo persistindo em equilibrar as contas sem aumentar impostos.

Monitorando os combustíveis

O setor campeão na arrecadação de ICMS não baixa a guarda. A atuação da equipe em reduzir a sonegação vem propiciando ações impactantes. Na última semana a realização do seminário sobre o “Controle das Operações com Combustíveis em Postos Revendedores pelo ECF, PAF, ECF e MVC”, na Escola Fazendária, foi uma delas. Sob a coordenação do Grupo Especialista Setorial de Combustíveis e Lubrificantes (Gescol) da SEF/SC, o evento teve como objetivo apresentar as regras de controle dos postos revendedores de combustíveis. Na presença de representantes de vários Estados, foram detalhados os requisitos específicos, bem como a orientação sobre as ferramentas de auditoria desenvolvidas pelo Gescol.

Medidor de combustíveis

O fisco catarinense é conhecido pelo sindicato do setor como o mais expert no controle dos produtos derivados de petróleo – combustíveis. E para fechar o cerco, pretende em breve pôr em prática uma nova ferramenta desenvolvida e que deverá reduzir substancialmente as fraudes no setor. Trata-se do equipamento Medidor Volumétrico de Combustíveis (MVC), que controlará a movimentação dos combustíveis tanto nas entradas dos postos como nas saídas.


Cidade Azul

Desmembrada de Laguna em 27 de maio de 1870, Tubarão completa, nesta sexta, 146 anos de emancipação política. Nas festividades de aniversário, fatos marcantes como a sessão da Assembleia Legislativa de Santa Catarina na última quinta-feira (19) homenageando personalidades e entidades que vêm contribuindo com o engrandecimento da cidade. Também a sessão solene da Câmara de Vereadores no dia 23 do corrente, quando, no Espaço Integrado de Artes da Unisul, rendeu honrarias com os títulos de Honra ao Mérito e de Cidadão Tubaronense a pessoas da comunidade que prestaram relevantes serviços. Obtivemos igual reconhecimento em 6 de dezembro de 2004, quando recebemos das mãos do então vereador Rudnei Nunes o título de cidadão da Cidade Azul.

Refletindo

É preciso ser ainda mais rigoroso e criterioso nas nossas decisões sobre gastos para que a queda de receita não impacte na qualidade do serviço público.” Raimundo Colombo, governador de SC. Uma ótima semana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *