IPVA para municípios

carros-

O cenário nacional pintado em verde-amarelo não reflete a realidade atual do setor automobilístico. Mesmo com a mão do governo federal em manter a alíquota do IPI reduzida para os carros 1.0, as vendas continuam despencando. E Santa Catarina, com pouco mais de 6 milhões de habitantes, conta com uma frota que ultrapassa os 4,1 milhões de veículos, transformando a mobilidade num caos. Não importa. O imposto tem que ser pago. Proprietários de veículos com placa final 7 e que quiserem parcelar em três vezes sem juros devem efetuar o pagamento da primeira cota dia 10 de julho. As demais parcelas têm vencimento no dia 10 dos meses seguintes. O prazo para pagamento em cota única é 31 de julho. No próximo dia 10 também vence a segunda parcela dos veículos com placa final 6.

O Estado possui uma das menores inadimplências (de 2% a 3%). Segundo o gerente da área, Nilson Scheidt, é fruto de vários fatores: um sistema de fácil utilização para pagamento; alíquota compatível, a menor da região sul (2%); veículos novos (1%) e veículos de transporte de cargas e de passageiros, locação e motos (superior a 125 cilindradas); escalonamento por final de placas.

Antes que o título acima enseje a criação de mais um imposto, a coluna esclarece que o IPVA é, com todas as letras, um imposto justo, pois sua aplicação é sobre o bem, avaliado com base no seu estado físico. Com 3 milhões de veículos tributados (2/3 do total), prevê-se uma arrecadação de 1,3 bilhão de reais, compartilhada entre Estado e o município onde o veículo está licenciado. E se você quer ser partícipe nesse processo, emplaque na cidade de sua residência, pagando nos prazos permitidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *